Minha Scrap solução

Reunindo tudo aquilo o que não se tornou scrapbooking tradicional

Toda scrapper acredita que vai fazer página ou álbum de tudo. É, de tudo.

A gente acha que vai ter tempo e disposição para criar dezenas de páginas ou álbuns por mês, guardamos cada coisinha relativa a qualquer assunto, desde um ticket de viagem até um guardanapo (limpo, heim gente rsrs) com o logotipo daquele restaurante super legal que jantamos.

Scrapper é assim, tem uma fé desmedida nas suas capacidades e vontades, já tem até tudo planejado, imagina o sketch e os materiais que vai usar…ai, doce ilusão. Claro que a gente faz muito scrap, tem muitos álbuns prontos mas a quantidade de ideias e principalmente de fotos e memorabilias acaba sendo muito maior que a nossa capacidade produtiva.

Outro dia eu resolvi dar um jeito em tudo o que eu acumulei para um dia virar um álbum ou página. Nem eu sabia a quantidade de papéis e elementos guardados, fotos que já estavam impressas e coisas que eu tinha certeza de que eu teria tempo suficiente para trabalhar com elas. Mas a gente sabe que a vida não é assim, não sobra tanto tempo e quando sobra sempre tem algo mais relevante ou urgente e o sonhado scrap vai ficando em 2º plano.

Material reunido para documentação

Comecei a selecionar tudo o que eu realmente queria documentar, o que era realmente importante e também joguei muitas coisas que nem sei direito porque guardei. E fui separando…

No final, eu ainda tinha muito material para trabalhar e decidi reunir tudo em uma pasta de arquivo comum com folhas plásticas, sem muitas regras de design e muito menos ordem, seja cronológica ou ordem mesmo. Fui seguindo meus impulsos e fui criando, sempre com algum relato, mas sem me preocupar demais. O que eu queria era ter aquilo fácil para ver e rever.

1ª página do álbum

Utilizei alguns elementos de decoração, afinal a gente não aguenta mesmo, mas basicamente o que fiz foi reunir tudo o que eu tinha guardado por tantos anos. Colei coisa sobre coisa sim, mas minha intenção foi simplesmente ter tudo ali, à vista. Afinal eu guardei por tanto tempo e são super importantes pra mim, se eu pretendia documentar numa página é porque quero ter aquilo pra sempre.

Vem dar uma olhadinha em algumas páginas:

parte de uma camiseta

Tudo pode ser documentado e guardado, até uma camiseta que você amava e usou até acabar

Tickets de viagem, hotel, bagagem, listas e mil coisas que valem a pena serem lembradas

Desenhos, histórias, bilhetinhos e anotações do meu filho quando pequeno…tudo isso é valiosíssimo pra mim!

Todas as vezes em que ele esteve no jornal da escola ou do clube (Mãe coruja, temos aqui? Opa, presente! 🙂 )

Lembranças legais

A ideia é reunir tudo o que interessa, fazer um apanhado de tudo aquilo que foi guardado e tornar disponível, fácil de ver e falar sobre os fatos.

Como sempre falamos aqui, o importante é registrar. Escrever e contar o que e onde aconteceu e, na minha opinião, não há demérito nessa forma rápida e desconstruída de documentar momentos.

Reuni vários momentos e lembranças da minha vida e fiquei feliz com o resultado pq antes tudo isso estava encaixotado e esquecido e agora eu posso folhear as páginas e relembrar dias e histórias que me fizeram ter vontade de fazer uma página ou álbum sobre elas.

É scrapbooking clássico? Acho que não, mas é válido assim mesmo. Por isso te aconselho a tentar essa forma meio maluquinha de registro, mas que vai te dar uma alegria enorme quando estiver finalizada.

Espero que você tenha gostado da ideia e…aproveite!

Bjs

Sel



2 thoughts on “Minha Scrap solução”

  • Meninas, simplesmente amei essas dicas!! Claro que sempre temos muito mais material do que tempo para usar tudo que temos, então ficamos com várias coisas soltas, perdidas mas com dó de dar fim e jogar fora! Já tinha pensado em fazer um mini com tudo o que tenho e não usei e não quero jogar fora – até acho que ainda vou fazer mas até o momento nada saiu da cabeça… rsrs! Mas esse tipo de arquivo que vocês criaram é uma ótima solução, juro que fiquei tentada em fazer tb… vamos ver o que consigo e qq se sair alguma coisa da cabeça para o papel, aviso vocês! Bjs e obrigada pela dica! Bjs!

    • Oi Pati, Lu falando aqui 🙂 Super legal essa ideia da Sel, né? Eu tb fiquei com vontade de fazer isso! Dá uma pena ficar toda hora lembrando daquelas fotos e materiais ali esperando um destino, mas a gente não dá conta de tudo mesmo, seja por falta de tempo, de disposição, de inspiração… Assim a gente fica tranquila e libera espaço na mente pra coisas novas!

      Beijão,
      Lu e Sel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *